Header

Gírias no reggae.

O reggae nasceu nas favelas da jamaica disso todos somos sabedores. Porém pra encaixar musicais nas rádios muitas das vezes os cantores inclusive o rei Marley deixava o dialeto de Trench Town um pouco menos usado nas suas letras, para assim alcançar o seu maior numero de ouvintes além da sua quebrada (por muitas vezes aconselhados pelas próprias gravadoras.) Mas isso não durou muito como você pode ouvir na canção (Natty Dread), então foi quando todos perceberam e passaram a usar os diletos diários em suas letras que falavam a língua do povo, que eles chegaram onde realmente interessava o sentido de tudo aquilo pelo que eles lutavam, o gueto. Hoje as gírias estão definitivamente em todas as musicas e gêneros que tu ouves, como exemplo o reggae jamaicano e seus dizeres ”Wha Gwan Natty”, (Qualé Natty) ”Nuff Respect breddas man,,” (Maximo respeito Irmãos) ”Chatty Mouth” (Falador) Etc. Viajando os oceanos paramos no Brasil especificamente na Jamaica Brasileira (São Luis MA) onde tudo da Jamaica se adaptou perfeitamente bem por aqui, inclusive na questões das gírias. Se você vem á São Luis e vai nas favelas onde ferve o ritmo jamaicano claramente você vai ouvir ”Hoje é dia de quebrar umas pedras.”, ” Essa é Pedra Dj” no caso da primeira nada mais é como dizer ”Hoje vamos dançar todas naquele reggae.” e na segunda frase é quando aquele reggae toca de primeira vez e tu senti logo uma sessação e diz ”Que Musica boa.” E assim as regras do totalmente correto vão se quebrando e as pessoas que frequentam o reggae sente-se a vontade pra se misturar e ter uma troca de ideias sem restrições. By We are all warriors!

Você pode gostar ...

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1